Casos

Filtrar casos:

Estudo Avaliativo da formação de professores e da implementação do Centro Nacional de Mídias da Educação – CNME no Brasil.

O Centro Nacional de Midias da Educação (CNME) é uma iniciativa pioneira do Ministério da Educação (MEC) e do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), em parceria com a TV Escola e a Fundação Roberto Marinho. O projeto oferece oportunidade para implementação da modalidade de Educação Presencial Mediada por Tecnologia (EPMT) a estudantes do ensino médio matriculados na rede pública de ensino, em consonância com a legislação educacional que regulamenta o Novo Ensino Médio e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

A modalidade do EPMT constitui uma alternativa para a superação dos limites geográficos da educação, promovendo a interatividade em tempo real, como forma de potencializar o processo de aprendizagem. Por meio do uso de tecnologias audiovisuais, estudantes e professores de diferentes partes do país são conectados para, de forma colaborativa, construir e debater novas didáticas, conteúdos e contextos, que ampliam as possibilidades de ensino e de conhecimento, a partir da comunicação e do diálogo. Essa abordagem constitui uma das modalidades de Ensino à Distância, está em consonância com as novas diretrizes educacionais brasileiras para o ensino médio.

A partir desse conceito, surgiu o CNME, cuja implementação teve início no segundo semestre de 2018, nas escolas públicas estaduais, destinado a preparar professores, disseminar e criar oportunidades para implementação do EPMT. A primeira etapa do projeto foi realizada entre agosto e dezembro de 2018, envolvendo mais de 160 professores e 10.000 estudantes do Amazonas, Amapá, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Sergipe, São Paulo e Tocantins.

Em 2018, a Herkenhoff & Prates (H&P) foi contratada pela Fundação Roberto Marinho para realizar o Estudo Avaliativo do CNME, visando a compreensão da adequação e qualidade dos processos de formação dos professores participantes, bem como a adequação do processo de implementação do Projeto em diferentes localidades.

 

Desafios

O trabalho de avaliação realizado pela Herkenhoff & Prates teve como objetivo compreender os resultados alcançados, bem como as potencialidades para replicação das estratégias durante a expansão do projeto, com foco em duas dimensões: o processo formativo dos professores participantes e a implementação inicial do projeto, na etapa inicial do CNME. Para cada um deles foram estabelecidas algumas categorias analíticas que sintetizam os principais achados. O projeto contou com a aplicação diferentes metodologias de pesquisa, com um público de atores diversos.

 

A Solução

A avaliação do Centro Nacional de Mídias da Educação (CNME) foi realizada pela Herkenhoff & Prates entre os meses de setembro e dezembro de 2018. O estudo teve como objetivo compreender a adequação e qualidade dos processos de formação dos professores participantes do projeto, bem como a adequação do processo de implementação do CNME em diferentes localidades.

O desenho da avaliação foi construído considerando as ações relevantes realizadas para concretização do CNME e a centralidade dos atores-chaves para o sucesso da iniciativa. Tratando-se de um projeto inovador, a perspectiva adotada foi a de avaliação para o aprendizado e transformação, subsidiando e orientando a ampliação do projeto para os próximos períodos de execução.

A Herkenhoff & Prates adotou um desenho metodológico que combina estratégias de pesquisa quantitativa e qualitativa descritas a seguir:

  1. Entrevistas qualitativas com representantes do CNME: realização de entrevistas semiestruturadas com representantes das instituições envolvidas na implantação do Centro Nacional de Mídias da Educação: MEC, TV Escola, Fundação Roberto Marinho, VAT e Secretarias de Estado de Educação do Amazonas, Bahia e Paraná.
  2. Investigação com professores de estúdio: realização de pesquisa por meio de roda de conversa e entrevistas em profundidade, e observação das atividades realizadas pelos professores de estúdio, in loco, em Manaus (AM).
  3. Pesquisa individual com professores representantes: aplicação de pesquisa estruturada, por meio do método Survey, com 95 dos 148 professores formados pelo CNME para atuarem como mediadores do projeto nas escolas.
  4. Estudos de caso: visita a oito escolas que implementaram o CNME em 2018, em três diferentes estados brasileiros, Amazonas, Bahia e Paraná, para observação das atividades, entrevistas semiestruturadas com docentes (8), diretores e/ou orientadores pedagógicos (6), bem como roda de conversa com estudantes (7).

 

Resultados

A avaliação realizada demonstrou que o sucesso da formação dos professores de estúdio e mediadores ocorrida em Manaus possibilitou a inserção do projeto na rotina escolar. As estratégias metodológicas desenvolvidas pela equipe da Fundação Roberto Marinho e, sobretudo, a habilidade e atuação dos profissionais da FRM permitiram a apropriação e o envolvimento dos professores ao projeto.

A avaliação também constatou que a formação promoveu uma reflexão pedagógica capaz de fazer educadores pensarem sobre o uso de novas abordagens, tecnologias e práticas pedagógicas; capacitou mediadores para atuar nos centros de mídias das escolas. Esse processo também motivou os educadores para implementar e difundir a proposta do CNME junto a seus pares, estimulou educadores a repensarem suas práticas pedagógicas nas aulas das disciplinas regulares, além de proporcionar intercâmbios entre educadores de várias partes do país.

Os bons resultados da formação realizada possibilitaram a implementação do CNME nas escolas, tanto pela possibilidade de capacitarem os professores para as suas novas atribuições como para esclarecer e promover o CNME junto aos seus atores-chave.

Comunicação de Resultados

Além do estudo, a equipe de Comunicação de Resultados da Herkenhoff & Prates criou uma caixa escola interativa e ilustrada que apontou os principais pontos do projeto de forma acessível a diferentes públicos, de modo que os resultados, boas práticas e pontos de melhorias fossem compreendidos por todos.

Apresentar os resultados dos projetos de forma visual e fácil consumo tem sido uma preocupação e cuidado da empresa para que os projetos sejam mais bem aproveitados e para que a tomada de decisão seja facilitada e apoiada nos resultados apresentados nos relatórios.

Contato