Notícias

Filtrar notícias:

Metodologia Herkenhoff & Prates é citada na Folha de São Paulo

Simulador de desigualdades educacionais no contexto da pandemia criado pela Herkenhoff & Prates pode ser importante ferramenta para avaliação das estratégias de educação remota

Após os primeiros meses da pandemia no Brasil, a Herkenhoff e Prates criou uma comissão para reunir suas habilidades e ferramentas para a construção de soluções para as diferentes demandas geradas a partir do atual contexto. Na área da Educação, os esforços convergiram para um estudo sobre as desigualdades educacionais proporcionadas pelos modelos de ensino adotados.

Como resultado dos estudos, a equipe produziu um simulador que mostra as desigualdades de aprendizado de acordo com as diferentes estratégias adotadas para educação remota, em diferentes contextos socioeconômicos.

A conclusão que se tira do estudo é que as desigualdades já existentes têm grande tendência a serem acentuadas devido à interrupção das aulas presenciais e variam muito de acordo com cada estratégia de educação remota – via web ou TV. Os estudos mostram ainda que estudantes de famílias mais pobres terão quase duas vezes a perda de aprendizagem projetada para os mais ricos.

Essa metodologia da Herkenhoff & Prates foi citada em matéria recente do jornal Folha de São Paulo, que abordou as desigualdades de modo geral, bem como estudos realizados pela Rede de Pesquisa Solidária, entidade criada aperfeiçoar as políticas públicas do governo Federal, dos estados e municípios no combate à pandemia e formada por profissionais de diversas áreas e instituições.

Para acessar o Simulador de Desigualdade de Aprendizado desenvolvido pela Herkenhoff & Prates, clique aqui.

Para conferir a reportagem completa da Folha de São Paulo, clique aqui.

Contato