Cliente

Itaú Social

Localização

Várzea Grande (MT), São Vicente (SP) e Itapevi (SP)

/ Monitoramento e Avaliação

Implementação Do Referencial De Avaliação Da Qualidade De Redes Municipais De Ensino Brasileiras

Desafios

Neste projeto nosso desafio consistia em apoiar a Fundação Itaú Social no desenvolvimento de um referencial de avaliação da qualidade do ensino nas redes municipais no âmbito da terceira frente – “Colaboração Estado e Municípios” – do Programa Melhoria da Educação. Esta frente tem como objetivo promover maior acesso, permanência e aprendizagem com equidade por meio do fortalecimento do Regime de Colaboração do Estado em projetos específicos com os Municípios.

Embora o regime de colaboração seja previsto na Constituição Federal de 1988 (Art. 211) e na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Lei Federal 9.394/1996, Arts. 8º e 62), instituir uma política colaborativa entre Estados e Municípios na área de educação não constitui tarefa simples. Isso porque a materialização desse regime se dá, com frequência, por meio de políticas transversais estabelecidas em instâncias que garantem diálogo e pactuação entre os diferentes entes federativos e permitem aos gestores concretizarem a coordenação e a cooperação entre si. Contudo, não há previsões legislativas que direcionem ou incentivem os Estados a trabalharem de maneira pactuada, em regime de colaboração, dentro do próprio território. Nesse cenário, a garantia da clareza e da construção e/ou revisão dos marcos legais e normativos do regime colaborativo são condições fundamentais para que se alcance os objetivos almejados.

Assim, o trabalho da H&P estava inserido na conjunção entre o objetivo de fomentar o regime de colaboração entre Estados e Municípios e a devida atenção aos marcos legais e aos seus processos. 

SOLUÇÃO

Consciente da necessidade de gerar resultados efetivos para a transformação da realidade educacional dos municípios apoiados pelo Programa Melhoria da Educação, a Fundação Itaú Social buscava desenvolver um referencial de avaliação da qualidade do ensino nas redes municipais, propondo a coleta e análise de dados para composição de uma Matriz de Rubricas Avaliativas, contemplando quatro dimensões: (1) Gestão pedagógica; (2) Planejamento e gestão administrativa; (3) Qualidade do atendimento; e (4) Controle social, participação e comunicação. 

A elaboração do referencial constituiria uma ferramenta importante para que a Fundação pudesse realizar diagnósticos e a avaliação externa do nível de desenvolvimento do Regime de Colaboração dos Estados com os municípios e, assim, compreender e aprimorar o Programa Melhoria de Educação no Âmbito Regional.

Para atender às expectativas da Fundação Itaú, a H&P organizou suas atividades em em três eixos: Eixo 1) Elaboração e Revisão dos instrumentos e metodologias de avaliação, incluindo a revisão da Matriz de Rubricas Avaliativas e proposição de indicadores e do Índice Global de Avaliação, definição de Metodologia e desenvolvimento de instrumentos de coleta de dados e proposição de fluxos e mecanismos de levantamento de dados e evidências; 

Eixo 2) Definição dos produtos e formatos de apresentação dos resultados da avaliação; 

Eixo 3) Execução da Avaliação Piloto nos municípios de Várzea Grande (MT), São Vicente (SP) e Itapevi (SP), envolvendo a coleta de dados, análise e sistematização das informações e elaboração de produtos e comunicação de resultados. 

RESULTADOS 

Apesar dos desafios à realização do trabalho colocados pela pandemia de Covid-19,  que ocorreu em meio às atividades e levou a H&P a repensar o seu cronograma e formato de atuação, o alinhamento estreito junto à Fundação e a resiliência da H&P permitiram a realização das adequações necessárias e o atendimento integral dos objetivos projeto.

O Referencial de Avaliação se revelou um importante instrumento para a promoção de maior equidade nas oportunidades educacionais, permitindo às gestões municipais envolvidas no projeto identificar e enfrentar seus principais desafios, avançando em ações que possibilitem a melhoria de sua qualidade. 

 

Nos siga nas redes sociais

Veja também

 612Implementação Do Referencial De Avaliação Da Qualidade De Redes Municipais De Ensino Brasileiras

Relacionamento e Diálogo Social nos municípios impactados pelo rompimento da Barragem de Fundão

Cliente: Fundação Renova

Prestação de serviços de Consultoria Técnica, compreendendo a atuação estratégica e tático-operacional nas ações de Relacionamento e Diálogo Social da Fundação Renova junto a seus públicos de interesse, atendendo à totalidade dos territórios impactados pelo rompimento da Barragem de Fundão, contemplando, ao todo, 44 municípios dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo. O trabalho vem sendo realizado pela Herkenhoff & Prates desde agosto de 2017 até o atual momento.

leia mais
 606Implementação Do Referencial De Avaliação Da Qualidade De Redes Municipais De Ensino Brasileiras

Promoção Do Diálogo Socioinstitucional Com Comunidades Impactadas Por Emergências Envolvendo Barragens De Rejeitos De Mineração

Cliente: Samarco Mineração

Ao longo de 2021, a H&P apoiou à Samarco na execução e acompanhamento de suas ações de Diálogo Socioinstitucional, bem como na gestão das informações produzidas pelas atividades de relacionamento da empresa com comunidades de 44 municípios de Minas Gerais e Espírito Santo impactados pelo rompimento da Barragem de Fundão, em 2015.

leia mais
 602Implementação Do Referencial De Avaliação Da Qualidade De Redes Municipais De Ensino Brasileiras

Elaboração do Plano de Gestão Social para a Concessionária BR-040 S/A

Cliente: VIA 040

Nosso desafio consistia em realizar o acompanhamento social das ações de  relocação de atividades econômicas, remoção e reassentamento involuntário de populações e indenizações, para adequada execução das obras de duplicação e conservação da BR-040, nos trechos sob Contrato de Concessão da Via 040, abrangendo um total de 35 municípios entre Brasília e Juiz de Fora.

leia mais