Notícias

Filtrar notícias:

11º Congresso GIFE discute fronteiras da ação coletiva

O 11º Congresso GIFE vem sendo um ambiente de importante produção e troca de conhecimento sobre filantropia, investimento social privado e sociedade civil brasileira. Ao longo do 11º Congresso tem sido ressaltada a importância das ações humanitárias, do enfrentamento à Pandemia e seus efeitos sociais, do alinhamento aos princípios ESG e do ativismo contra as desigualdades.

Os três dias de Congresso são o fechamento do 11º Congresso GIFE, que iniciou em 2020, em formato inovador e adaptado para a nova realidade do trabalho e da participação em eventos na pandemia.

A cientistas sociais Juliana Vasconcelos e Clarice Mendonça irão acompanhar a programação do projeto nos próximos três dias. Confira como está sendo:

Painel ESG

Na manhã de 25/3, houve o painel “Nova Economia: ESG, Propósitos e Valor Público”, com a participação de líderes da B3, Bradesco e Magazine Luiza. O foco da conversa foi como a orientação para o ESG ajudou as organizações nas adaptações que fizeram para enfrentar à crise humanitária e sanitária que se instalou no Brasil.

A H&P concorda e reverbera o tom do painel: as organizações não podem mais somente dar retorno ao acionista. É preciso olhar para o entorno e as pessoas envolvidas.

Dentro da importância das lutas humanitárias, os palestrantes ressaltaram a relevância do cuidado com as pessoas e da atenção aos direitos sociais como um foco das organizações de sucesso. Esses comprometimentos são mais necessários ainda no contexto da pandemia, mas já vinham sendo uma prática defendida há alguns anos dentro das práticas de responsabilidade social[L1] [CM2] . O prognóstico que os painelistas fazem é de que esse compromisso se consolide ainda mais no mundo pós-pandemia.

Contra o ataque às Organizações Sociais

A abertura do Congresso marcou o tom de posicionamento pelos direitos sociais e pelo combate às desigualdades.

“Estamos vivendo um momento em que é necessária a defesa da democracia. Estamos vivendo um momento de ataque às organizações sociais. Precisamos fazer um posicionamento. A gente não pode ser neutra nem indiferente. Temos que nos posicionar nesse momento”, afirma Neca Setúbal, presidente do Conselho de Administração Fundação Tide Setubal e do GIFE, que marcou a abertura do Congresso.

O Congresso GIFE está acontecendo agora em 24, 25 e 26/3. Clique aqui, para conferir a programação.

Contato