Notícias

Filtrar notícias:

Especialistas discutem desafios da educação em seminário com livro organizado pela Herkenhoff & Prates, na Fundação João Pinheiro

Em comemoração aos 30 anos da Herkenhoff & Prates, a empresa organiza circuito de palestras temáticas. A primeira delas ocorreu na Fundação João Pinheiro, com a presença do Sociólogo Simon Schwartzman e da Secretária de Educação do Estado de Minas Gerais, Ana Lúcia Gazzola.

Abaixo a reprodução da repercussão do evento na Fundação João Pinheiro, cujo link original pode ser conferido aqui.

Sex, 09 de Agosto de 2013 12:50

Fundação João Pinheiro, em parceria com a Herkenhoff & Prates – Tecnologia e Desenvolvimento, realizou na manhã desta sexta-feira, 9, palestra com o sociólogo Simon Schwartzman sobre as propostas políticas para a reestruturação do Ensino Médio e da Educação Profissional no país. A secretária de Educação de Minas Gerais, Ana Lúcia Gazzola, participou do evento como debatedora. Após o seminário, os professores da Escola de Governo Murilo Fahel, Bruno Lazzarotti e Carla Bronzo realizaram sessão de lançamento do livro Desigualdades Educacionais e Pobreza.

Palestra – Durante sua apresentação, Schwartzman traçou uma perspectiva do Ensino Médio no Brasil e destacou suas peculiaridades em relação ao resto do mundo. “Em nosso país, o aluno não tem opções. A grade curricular e a estrutura são as mesmas, independente da carreira que eles tenham interesse em seguir. Em outros países, a formação dos jovens do Ensino Médio é direcionada para a carreira universitária ou para o mercado de trabalho, de acordo com o que eles optarem. O objetivo deste encontro é discutir as consequências destas escolhas educacionais do Brasil e propor alternativas de capacitação, considerando a variação populacional brasileira”, observou.

Para diretora-geral da Escola de Governo, Luciana Raso, o debate sobre os desafios da educação é primordial para a proposição de novas políticas públicas na área. “Momentos como esses são esclarecedores e nos incentivam a pensar alternativas para a mudança desta realidade. Parabenizo os organizadores e autores da obra Desigualdades Educacionais e Pobreza, que estão propondo novos olhares sobre um tema tão essencial para o país”, afirmou.

De acordo com a secretária de Educação de Minas Gerais, Ana Lúcia Gazzola, as discussões sobre as desigualdades educacionais e a proposição de políticas no setor são muito importantes para o Ensino Médio no Estado. “Atingimos os melhores resultados do país nas redes públicas de Minas e temos que reconhecer e celebrar os avanços. Precisamos, porém, enxergar os enormes desafios que estão por vir. Este livro lançado durante o evento chegou em excelente momento e nos faz refletir sobre o nosso desafio. Isso nos motiva a continuar trabalhando pela melhoria da educação”, ressaltou.

Lançamento – Desigualdades Educacionais e Pobreza é produto de uma ação conjunta entre a Escola de Governo da Fundação João Pinheiro, a PUC Minas e a Universidad Autónoma de Barcelona. A obra apresenta questões relevantes sobre a educação e a pobreza em Minas Gerais, no Brasil e na América Latina. Com edição bilíngue (português e espanhol), a publicação reúne artigos de 30 pesquisadores brasileiros, de outros países da América Latina e de universidades da Catalunha, que discutem os dilemas da educação, como a qualidade e a proficiência escolar.

Contato