Notícias

Filtrar notícias:

Herkenhoff & Prates participa da Semana gLOCAL de Monitoramento e Avaliação

No dia 02/06, a Herkenhoff & Prates, em parceria com a Fundação João Pinheiro (FJP) e a Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação (RBMA), participaram da Semana de Avaliação gLOCAL, um evento internacional  de iniciativa do Centro de Aprendizagem em Avaliação e Resultados para o Brasil e África Lusófana (Clear/FGV-EESP),  que aconteceu ao redor do mundo entre os dias 1 e 5 de junho, com mais de 200 eventos, todos realizados on-line.

A Herkenhoff & Prates e a FJP participaram com uma série de palestras e debates que discutiu a Avaliação de políticas públicas para além da avaliação de impacto

A abertura do evento contou com a apresentação do diretor técnico da Herkenhoff & Prates, Guilherme Rodrigues, que parabenizou a Fundação João Pinheiro, o Clear e a Rede Brasileira de Monitoramento e Avaliação (RBMA) pela iniciativa e traçou a importância de pensar em modelos alternativos sobre monitorar e avaliar para além dos efeitos negativos da pandemia. ”É importante pensar em modelos alternativos, porque, diante desse quadro de incertezas, monitorar e avaliar se torna ainda mais central para uma boa aplicação dos recursos públicos.”

Durante o evento, os palestrantes fizeram apresentações temáticas e debateram os diferentes métodos utilizados para avaliação de políticas públicas e sua análise sistemática, os focos de investigação e as suas finalidades.

Flávio Cireno, pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco e consultor da Herkenhoff & Prates, foi o primeiro palestrante a trazer suas contribuições para a mesa de debates, tratando sobre o uso de tecnologias em diferentes tipos de avaliação para além dos modelos econométricos. Flavio trouxe a reflexão sobre pressupostos para realização de avaliações, sendo um deles o juízo de valor e abordou a necessidade de uma triangulação entre métodos quantitativos e qualitativos para uma avaliação que será capaz de mensurar com eficácia o impacto de políticas e programas na vida das pessoas.

Cinthia Bechelaine, Gerente de Gestão de Estratégia do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), apresentou a perspectiva da avaliação executiva de projetos do Governo do estado de Minas Gerais, da qual ela fez parte, nos anos de 2009 2 2010.  Cinthia apresentou o modelo geral da avaliação executiva como um método de avaliação rápida, que foi introduzida por governos que desejavam ter uma visão geral e padronizada dos programas governamentais em andamento. “A avaliação executiva é extremamente importante pela conexão que ela te com a correção de rumos e com o processo de aprendizagem institucional e pela capacidade de ser feita de forma rápida. Ela está ligada a todo o ciclo da política ou programa e está conectada com o objetivo de uma política pública, que é criar valor público, satisfazer necessidades e melhorar modos de vida”.

O terceiro e último palestrante, Edgilson Tavares, professor adjunto da Faculdade de Administração da Universidade Federal da Bahia (UFBA), abordou a temática da avaliação participativa, colaborativa e empoderadora e os novos olhares cognitivos sobre a avaliação. Edgilson abordou as complexidades para realização de uma avaliação de programa e política pública, como o próprio desenho, os públicos-alvo e a participação social. O professor apresentou ainda cases com o uso de novos instrumentos, tecnologias e métodos lúdicos para execução da avaliação de forma colaborativa e participativa.

Assista o vídeo completo no canal da Herkenhoff e Prates.

Parceria de tradição

Em 2019, a quarta edição dos Diálogos Transversais, tradicional evento da Herkenhoff & Prates foi realizado em parceria com a Fundação João Pinheiro e trouxe o tema “Os desafios do monitoramento e da avaliação na gestão pública” e também fez parte da semana gLOCAL. Confira um resumo de como foi e relembre conosco, clicando aqui.

Contato